Terceirização da gestão de TI: devo aplicar ao meu negócio? Postado por: AMTI - 17/07/18


Atualmente todos entendem o quanto a tecnologia é importante para o funcionamento de uma empresa. Cada vez mais a área de TI tem se renovado, adquirindo posição estratégica em busca de soluções como IoT, Big Data e Analytics, por exemplo. Sabemos que ainda é pequeno o número de empresas que trabalham com a estrutura dessa maneira e muito maior o número das que mantêm seus profissionais de TI em funções mais operacionais.

Da mesma forma, enquanto algumas empresas são mais inclinadas à terceirização de gestão em TI (MSP ou MSSP), por razões de performance, outras são mais centralizadoras, preferindo manter o controle sobre todos os estágios do processo. Em ambos os casos, vantagens e riscos existem para o negócio – o gestor da área deve ponderar e encontrar a melhor alternativa para a sua empresa.

Vantagens da terceirização de serviços na área de TI

Um processo de terceirização de gestão em TI, quando executado corretamente, pode beneficiar tanto a área em si quanto o funcionamento geral da empresa, melhorando em diversos aspectos sua infraestrutura. Basta entender quais são as condições e os benefícios dessa melhor execução. Acompanhe alguns deles:

1. Redução do número de atividades operacionais

Um preconceito sofrido pelos profissionais de TI é justamente sua ocupação diária. Muitos ainda acreditam que eles trabalham apenas para consertar computadores e configurar e-mails, não possuindo uma atuação estratégica e criativa. Pelo contrário, estes profissionais precisam se reinventar constantemente para acompanhar o desenvolvimento tecnológico, o que não é possível se estiverem atolados apenas em tarefas operacionais.

A terceirização de gestão em TI permite que boa parte destas funções sejam transmitidas para equipes dedicadas, deixando os colaboradores da própria empresa mais livres para executar outras funções. Por exemplo, encontrar outras ferramentas que possam tornar a comunicação mais eficiente.

2. Otimizar o trabalho interno dos profissionais da empresa

Praticamente todo profissional de informática sabe o quanto esta é uma área exigente e desgastante. Muitas empresas não fazem uma instalação adequada de hardware e software, optando por opções mais baratas que geram mais transtorno no longo prazo. Além disso, boa parte de seus procedimentos só pode ser realizada fora do horário comercial, por envolver a desativação da rede, por exemplo. Não é à toa que é uma das áreas com maior índice de crises nervosas no mercado.

Porém, por meio da terceirização de gestão em TI, os profissionais da empresa não precisam mais passar por essas jornadas intensas, já que a terceirizada pode disponibilizar diferentes profissionais com maior flexibilidade. Além disso, a opinião de um especialista externo poderá facilitar certos procedimentos.

3. Segurança provida por especialistas

Por fim, a terceirização de gestão em TI significa que a empresa que trata da área técnica e operacional é estritamente dedicada a essas tarefas, obtendo resultados mais seguros para a companhia como um todo. Controle de informações, segurança de dados, comunicação, armazenamento em nuvem, entre muitos outros serviços, podem ser executados mais rapidamente enquanto a equipe da própria empresa se dedica a tarefas mais relevantes.

Riscos da terceirização de serviços na área de TI

Claro que, como qualquer decisão empresarial, a terceirização de gestão em TI não deve ser adotada às pressas. Existem sempre riscos envolvidos em uma terceirização, especialmente se for contratada sem o devido cuidado. Por isso é importante questionar os seguintes pontos:

1. Falta de controle do processo

Um medo comum de vários empresários é não conseguir manter um controle preciso de todo o processo. Essa é uma preocupação genuína, já que um gestor precisa de muitos dados para tomar decisões relacionadas ao seu negócio. Sem falar no poder de decisão necessário para tomar essas atitudes efetivamente.

Na hora de avaliar o contrato de terceirização de gestão em TI, é vital que todas as cláusulas de garantia sejam compreendidas. Assim, é possível assegurar que a empresa contratada irá oferecer tudo que os profissionais da empresa precisam para melhorar sua atuação.

2. Terceirizar as funções erradas

Assim como existem várias funções que a empresa pode delegar para uma prestadora de serviços mais especializada, também existem atividades que devem ser mantidas dentro dos limites da companhia. Certos dados de clientes, informações mais sigilosas, entre outros itens não devem ser terceirizados.

O ideal é buscar a terceirização apenas para serviços operacionais e para fins de consultoria. Confiar totalmente este setor a uma empresa externa pode acarretar o problema citado acima: a falta de controle do processo.

3. Acreditar que a terceirização exclui a necessidade de colaboradores próprios

O principal erro de um empresário ao buscar a terceirização de gestão em TI é acreditar que seu objetivo, com isso, será cortar salários. O gestor da área certamente dirá que essa não é a intenção, podendo inclusive ser muito prejudicial para a companhia. Como acabamos de mencionar, certas funções devem ser de responsabilidade exclusiva da equipe da empresa. Sem profissionais próprios, tais tarefas também não poderão ser executadas.

Eliminar toda a equipe apenas porque não há mais tanto trabalho operacional significa também perder um grande número de profissionais que podem contribuir muito para a manutenção e crescimento dos negócios.

4. Não investir no nível de serviço adequado

Este também é um erro muito comum, mas com o qual todo profissional de TI já teve que lidar. Quando é buscada a terceirização de gestão em TI, é comum que uma nova ferramenta seja adquirida pela empresa no processo, com a intenção de melhorar o serviço e poupar gastos. Porém, nem sempre essa aquisição é feita com o devido cuidado, sendo adquirido um sistema que é grande ou pequeno demais para a empresa.

Isso significa que a terceirização de gestão em TI não foi feita adequadamente. Com uma equipe interna mais sólida e de atuação mais estratégica, seria possível medir as necessidades da empresa e avaliar a melhor solução para aquele momento. Se este tipo de decisão não for tomada por um colaborador qualificado, pode acarretar em grande prejuízo para a empresa.

 

Apesar dos riscos supracitados – se bem planejada a terceirização estes certamente serão eliminados  – todas as vantagens da terceirização de TI possibilitam a empresa alcançar um bem maior e manter seus esforços no que realmente importa para o seu negócio, com esforços e equipes direcionados para isso.

Agora que você entende melhor as vantagens e riscos a serem manejados na terceirização de gestão em TI, como vem administrando essa área em sua empresa? Tem alguma dúvida ou opinião sobre o assunto? Então deixe um comentário com sua pergunta e descubra tudo que precisa saber!



Comentários