Devo mudar o meu backup para a nuvem? Postado por: AMTI - 24/07/18


Como sua empresa protege seus dados?

Dados recentes mostram que nos primeiros 3 meses de 2016, as empresas norte-americanas pagaram 209 milhões de dólares para recuperar seus dados que foram criptografados por ransomwaresegundo uma estimativa do FBI.

Olhando para o cenário brasileiro, o Brasil é o país latino-americano mais afetado pela epidemia de ransomware que se propagou em 2017 - ano este em que o país sofreu 55% do total de ataques com este tipo de vírus.

Uma pesquisa realizada pela TrendMicro, empresa dedicada à análise e defesa contra ameaças digitais, indicou que em 2018 a extorsão digital estará no foco do modelo de negócios da maioria dos cibercriminosos e os impulsionará para outros esquemas que colocarão suas mãos em pagamentos potencialmente pesados.

A saída para evitar a perda ou sequestro de dados passa por uma estratégia de backup na nuvem!

Neste post, conheceremos os riscos em continuar utilizando as mídias físicas de backup em sua estratégia, as vantagens em fazer o backup na nuvem e as melhores práticas para criar um plano que dê segurança para os dados e as operações cotidianas de sua empresa. Confira!

Sem uma boa estratégia de backup na nuvem, seus dados não estão seguros!

Algumas empresas não possuem uma política clara sobre armazenamento, retenção e recuperação de dados, deixando sob responsabilidade dos usuários a realização de backup de seus dados. Outras usam mídias físicas, como HDs externos, pen drives ou fitas para garantir uma cópia de segurança de seus arquivos.

Será que essas são as melhores maneiras de proteger a empresa e o trabalho de seus colaboradores? Apesar de mais comuns e tradicionais, essas práticas se mostram pouco seguras, e alguns dados reforçam a insegurança dessas estratégias:

Segundo um estudo da Federal Emergency Management Agency (FEMA), um órgão do governo dos Estados Unidos, 40% das empresas que passam por desastres jamais reabrem, por conta da perda de dados e necessidade de reinvestimentos. Para aquelas que conseguem se recuperar após o desastre, apenas 29% ainda estavam operando após 2 anos.

Olhando um pouco para fora da realidade virtual de ataques cibernéticos, a história que melhor ilustrou essa estatística foi a das empresas que tinham seus escritórios no World Trade Center, em Nova York. Muitas delas possuíam uma política de copiar os dados de seus sistemas e servidores utilizando mídias de backup que ficavam localizadas na outra torre do conjunto empresarial. Após os atentados de 11 de setembro, muitas delas encerraram suas atividades.

Como o backup na nuvem pode ajudar sua empresa?

1. Definição de estratégias diferentes para os diversos sistemas e dados

Quais são os dados mais críticos para a continuidade diária das operações da sua empresa? Depois deles, quais dados trariam mais impacto para a gestão do negócio? Em seguida, descubra quais são os dados que, se ficassem inacessíveis, gerariam maior ociosidade aos usuários de TI da empresa.

Ao dar esses três passos, você conseguirá definir os melhores ciclos de backup completo ou full, estabelecer a rotina de backup incremental e configurar períodos de retenção de arquivos e dados diferentes.

O benefício da nuvem surge ao poder estabelecer e configurar diferentes rotinas para que sejam executadas automaticamente, conforme as necessidades da empresa.

2. Aumento da segurança dos arquivos

Falhas em dispositivos físicos, acidentes envolvendo o local onde os dispositivos estão armazenados, desastres e crimes virtuais podem comprometer os dados de sua empresa.

Os principais provedores de soluções em nuvem possuem mais de um Data Center e garantem a replicação de dados em casos de falhas do servidor onde estão armazenados os backups da sua empresa.

Isso quer dizer que nenhum desastre, acidente ou indisponibilidade comprometerá o acesso e a gestão dos arquivos de sua empresa.

Adicionalmente, os provedores de serviços em nuvem oferecem níveis e sistemas de segurança extra para seus dados. Isso evita que ocorra a infecção por vírus ou malwares no backup de sua empresa.

3. Redução de custo

Ao deixar de gastar com a compra de dispositivos, softwares de monitoramento, sistema de segurança para os dados e dedicação da equipe de TI para executar e acompanhar as tarefas, as empresas relatam que conseguem diminuir em até 20% os valores que destinavam para a estratégia de backup.

Um outro dado que não costuma ser calculado é a de indisponibilidade dos arquivos em momentos importantes para o usuário ou para a empresa. No caso do backup na nuvem, um backup pode ser usado em minutos, não gerando ociosidade para os usuários e sistemas, nem gastando tempo do time de TI para restaurar os arquivos.

4. Maior escalabilidade

Qual o tamanho dos dados e qual o dimensionamento que seus dispositivos físicos de backup precisam ter para suportar os trabalhos atuais e futuros de sua empresa? Quando a capacidade das mídias está sendo atingida, como ocorre o processo de contratação de novos dispositivos?

Com o uso da computação e do backup na nuvem, esse problema deixa de existir. Sua empresa pagará pelos recursos que necessita. Dessa forma, ela poderá contratar recursos adicionais em seu pacote de serviços sempre que for necessário, sem burocracia, demora ou necessidade de configuração dos novos recursos.

5. Alta disponibilidade

Os melhores provedores de solução em nuvem garantem contratualmente uma alta disponibilidade dos arquivos. Isso quer dizer que os dados estarão disponíveis sempre que a empresa necessitar.

Adicionalmente, significa que os dados podem ser acessados com toda segurança, quando e onde os administradores da estratégia estiverem.

6. Otimização dos recursos humanos

Ter uma estratégia de backup full, combinada com a rotina de backups incrementais, determinar o tempo de retenção dos arquivos e monitorar se as rotinas e armazenamento de dados estão sendo executados corretamente é algo extremamente caro e trabalhoso quando são usadas fitas, discos e outros dispositivos físicos.

Executar essa tarefa manualmente pode levar horas do trabalho semanal da equipe. Algo que consegue ser reduzido — senão eliminado — com a automatização do backup na nuvem.

O resultado disso é poder usar o tempo da equipe em tarefas mais estratégicas para a empresa, como integração de sistemas, maior rapidez na resolução de incidentes, entre outros.

 

Agora que você já conhece os benefícios, algumas estratégias para adotar na gestão do backup na nuvem de sua empresa e os riscos que são evitados ao adotar esse tipo de solução, não deixe de ler nosso artigo sobre como escolher um bom provedor de nuvem e descubra quais são os principais critérios para não errar na escolha. Boa leitura! 



Comentários